Equipes estarão distribuídas em pontos estratégicos ao longo de todo o percurso da romaria

O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba definiu o esquema operacional para os festejos e a procissão de Nossa Senhora da Penha. No total, serão empregados 126 bombeiros, entre esta quarta-feira (26), quando acontece a abertura da programação festiva do evento, até o domingo (30), enceramento da romaria.

Para apoiar o efetivo, 15 viaturas serão disponibilizadas para atender desde ocorrências pré-hospitalares até a prevenção e combate a incêndio. Um bote inflável, com equipamento de salvamento aquático, também será colocado na praia da Penha para a prevenção de afogamentos.

Conforme o tenente coronel Nazareno de Oliveira, oficial coordenador da operação, o efetivo está distribuído em pontos estratégicos na concentração da romaria, na Avenida João Machado, e outros locais bases nas avenidas Dom Pedro II (próximo à ‘Santinha’) e na Esquina da Vasco da Gama com a João Machado (ao lado do posto Petrobras); além do giradouro em frente à Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Ambulâncias e viaturas do tipo moto-resgate auxiliarão o trabalho preventivo

Ainda segundo o oficial, a corporação trabalhará com dois postos fixos de apoio para atendimentos de primeiros socorros e orientação à população. Um será instalado na Rua Nossa Senhora da Penha, na praia da Penha, e outro em frente à Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social, em Mangabeira.”Teremos um grupo de guarda-vidas atento à movimentação dos romeiros na praia, além de 12 militares com extintores de incêndio no ponto onde ocorre a tradicional queima de velas”, completou.

 

Bombeiros empregam 126 militares para a Segurança da Romaria da Penha