Com a chegada da primavera ao início do verão, ocorre naturalmente o processo de migração das abelhas em busca de um ambiente onde será construída a nova colmeia. Este período de deslocamento das abelhas pode gerar acidentes à população, que pode vir a sofrer ataques e picadas.

Enquanto estiverem se deslocando, as abelhas não podem ser exterminadas nem capturadas, e caso alguém aja desta forma, estará passível de responder por crime ambiental, conforme prevê a Lei Federal 9.605 de 1998, em seu artigo 29:

Art. 29 – Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida:

Pena – detenção de seis meses a um ano, e multa.

Caso presencie a passagem de uma ‘nuvem’ de abelhas, o Corpo de Bombeiros recomenda que a população mantenha uma distância segura e espere os insetos passarem, e caso esteja próximo, é aconselhável deitar ou se sentar em um local até que elas terminem o seu trajeto.

O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) orienta a população sobre os cuidados necessários para evitar picadas das abelhas e o que fazer caso sofra este tipo de acidente:

Tenha atenção em crianças e idosos, pois estes têm locomoção mais dificultada para conseguir fugir diante de um possível ataque. Oriente seus filhos a não chegarem perto de colmeias e a não jogarem objetos nas abelhas;

Mantenha animais domésticos afastados da colmeia, pois as abelhas se irritam com barulhos e isto pode desencadear um ataque;

Não tente se aproximar nem remover a colmeia por conta própria;

Não mate as abelhas, pois isso irá agitá-las ainda mais;

Em caso de acidentes com abelhas, ligar imediatamente para o 193, pois o Corpo de Bombeiros possui profissionais capacitados e com Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para atender este tipo de ocorrência;

Caso esteja sendo atacado e consiga fugir, abaixe-se, corra preferencialmente em ziguezague e procure proteger a face e pescoço, se possível com alguma vestimenta ou pano;

Envolva a vítima com uma manta ou lençol, para tentar protegê-la de novas picadas.

E lembre-se: as abelhas tem função essencial para a natureza, pois são responsáveis pela polinização que garante a produção de sementes e frutos, bem como a reprodução de diversas plantas. Diante disto, é fácil entender sua importância e que sua preservação deve ser garantida.

Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados em relação a ataques de abelhas