Na tarde desta sexta-feira (30), no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB), 22 alunos do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) foram formados no Curso de Abordagem Técnica a Tentativas de Suicídio (CATTS). O curso teve início na última segunda-feira (26) e seguiu todos os protocolos de biossegurança contra a Covid-19.

Durante uma solenidade aberta, no pátio do QCG, a terceira turma do CATTS recebeu os diplomas e brevês do curso. O evento contou com a presença do coronel Marcelo Araújo e do coronel Lucas Medeiros, respectivamente comandante geral e do subcomandante geral do CBMPB, e também do subcomandante geral do CBMRN, coronel Josinaldo Acioli. A equipe de instrutores, coordenada pelo tenente coronel Erik Oliveira, acompanhou a solenidade.

Para o tenente coronel Erik, a profissão bombeiro militar é um ofício ímpar, pois através dela pode-se encontrar sentido ao longo da vida e construir bons valores. “Para nós é uma satisfação, pois enfrentamos os riscos para que uma vida possa ser preservada, podendo amar, criar e ter uma atitude positiva em prol da vida diante de uma possível situação de tentativa de suicídio.”, declarou o coordenador do curso.

De acordo com o subcomandante geral do CBMRN, coronel Josinaldo Acioli, a abordagem nestas ocorrências deve ser humanizada. “Trabalhamos com o tripé essencial para um trabalho eficiente: gestão de pessoas, equipamentos e capacitação e treinamento contínuo, pois só assim podemos oferecer o nosso melhor.” afirmou o coronel Acioli.

O comandante geral do CBMPB encerrou a solenidade parabenizando os 22 novos abordadores técnicos formados e que agora atuarão como disseminadores do que foi visto durante o curso. “A procura pelo conhecimento é primordial e representa o futuro das nossas Corporações. O CBMPB tem essa característica de manter e buscar evolução contínua, isto é o nosso diferencial.”, concluiu o coronel Araújo.

 

Encerramento do CATTS ocorre na tarde desta sexta-feira (30)