CBMPB encerra a programação do CATTS com a 12ª edição do curso em Guarabira, na última sexta-feira (11)

 

Na última sexta (11), o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) finalizou a programação do ano de 2022 para o Curso de Abordagem Técnica a Tentativas de Suicídio (CATTS). A Corporação concluiu a 12ª edição do curso que foi realizado em Guarabira, no 3º Batalhão de Bombeiro Militar (BBM), pertencente ao 4º Comando Regional de Bombeiro Militar (CRBM).

A décima segunda turma de concluintes formou um total de 21 abordadores técnicos do CBMPB, da Polícia Militar da Paraíba, Polícia Civil, do SAMU e da Prefeitura de Sapé.

O curso realizado pelo CBMPB teve duração de 60 horas aula distribuídas em disciplinas teóricas e práticas. A padronização das técnicas de abordagem utilizadas no curso foi aprovada pela LIGABOM, passando a ser aplicada em todo o país. O CATTS tem por objetivo formar um profissional que possui o conhecimento sobre o fenômeno do suicídio em diversos aspectos.

CBMPB realiza aula inaugural do Curso de Especialização em Prevenção Contra Incêndio, nesta segunda (21)

 

Na manhã desta segunda-feira (21), no auditório da Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (ESPEP), o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) realizou a aula inaugural do Curso de Especialização em Prevenção Contra Incêndio (CEPI).

A turma composta por 55 alunos, tendo como integrantes militares da Corporação e membros da sociedade civil, representando o Conselho de Arquitetura e Urbanismo e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

O curso é composto por módulos que serão realizados à distância e presencial. Com uma carga horária de 320 horas aula, o CEPI trabalha duas vertentes importantes e correlacionadas: capacita os militares para realizarem análise de projetos e vistorias, aumentando o efetivo preparado para estas finalidades, e prepara o público civil de modo a suprir a necessidade de conhecimentos nesta área, fornecendo meios para que os projetos sejam elaborados de maneira mais eficiente, constando neles aquilo que é solicitado nas Normas Técnicas.

Com isso, haverá um ganho de eficiência na elaboração dos projetos, dando celeridade neste processo e com um maior número de militares capacitados será possível diminuir o tempo de espera da análise.

Para apresentar o curso e a importância do CEPI, o tenente coronel Thiago Montezuma, explanou aos alunos como o Corpo de Bombeiros tem evoluído por meio da DAT, buscando promover uma maior segurança nas edificações e realizando de maneira cada vez mais eficiente as análises de projetos e vistorias.

Segundo o tenente coronel Nazareno Oliveira, diretor da Diretoria de Atividades Técnicas (DAT), o curso representa um instrumento responsável pelo estudo da prevenção contra incêndio no Estado, tendo como objetivo unir todos os que atuam nessa área, como o Corpo de Bombeiros e representantes da sociedade civil (CREA e CAU). “O CEPI ainda atua como um elo, como um intercâmbio que estreita laços entre estes órgãos e quem ganha é a sociedade, que poderá habitar em edificações cada vez mais seguras.”, declarou o diretor da DAT.